Com economia, Câmara de Tijucas devolve cerca de R$ 900 mil ao Município

por Imprensa publicado 10/01/2019 08h13, última modificação 10/01/2019 08h13

Ao final de 2018, a Câmara de Vereadores de Tijucas devolveu aos cofres municipais R$ 889.264,34. O valor corresponde à economia orçamentária realizada pelo órgão nos últimos doze meses, que foi de R$ 882.363,88, somada aos juros de R$ 6.900,46, pagos pela aplicação do dinheiro. Com a poupança, a importância deve ser revertida em ações para população.

A sobra orçamentária do último ano já possui destinação certa. De acordo o Presidente da Câmara de Vereadores em 2018, Juarez Soares (PPS), graças a um acordo político entre os Poderes Legislativo e Executivo, o dinheiro economizado será aplicado nas áreas de segurança e infraestrutura.

Segundo o vereador, os recursos serão utilizados em três ações. Cerca de R$ 400 mil para a drenagem da Rua Antônio Apolônio Vargas; R$ 200 mil para construção de uma área de lazer próxima ao quartel da Polícia Militar (PM); e outros R$ 300 mil para compra de três viaturas, sendo duas para a Polícia Militar e uma para a Polícia Civil.

Na perspectiva do então Presidente, a economia dos quase R$ 900 mil representa a seriedade com que a Câmara foi gerenciada no último ano. Tendo por princípios a contenção de gastos e a transparência, a Mesa Diretora, com apoio dos demais vereadores, realizou uma série de reformas que levaram ao resultado positivo. Entre as ações efetivadas em 2018 estão a extinção de seis cargos comissionados da estrutura do Poder Legislativo Municipal, gerando uma economia de R$ 295 mil anuais; a regulamentação da concessão de diárias para servidores e vereadores, cortando drasticamente os gastos; e a divulgação de todas as despesas do órgão por meio de outdoor localizado em frente à Câmara.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.