Câmara pede construção de posto de saúde no bairro XV de Novembro

por Imprensa publicado 08/03/2021 17h15, última modificação 08/03/2021 17h17
Aprovada no dia 04 de março, sugestão foi enviada ao Prefeito para análise de mérito

Em votação unânime, os vereadores da Câmara Municipal de Tijucas aprovaram a Indicação nº 105/2021, de autoria do vereador Rudnei de Amorim (PSD), que solicita ao Prefeito que analise a possibilidade de construir uma unidade básica de saúde no bairro XV de Novembro, nas proximidades do loteamento Dom Geraldo. A sugestão foi aprovada no dia 04 de março e segue agora para o Prefeito, que tem liberdade para decidir se acata ou não a sugestão.

Ao justificar a proposta, o vereador Rudnei de Amorim (PSD) disse que a indicação é necessária devido ao grande crescimento população que o bairro XV de Novembro teve nos últimos anos. O parlamentar lembrou também que, apesar do crescimento, a comunidade ainda não conta com um posto de saúde específico para o seu atendimento.

Durante a discussão da proposta, a ideia recebeu apoio das bancadas de oposição e de situação. De maneira geral, os parlamentares concordaram que o bairro XV de Novembro apresentou grande crescimento populacional ao longo dos últimos anos, situação que tende a continuar com a instalação de novos loteamentos. “O bairro XV está crescendo e o número de loteamentos fará com a quantidade de moradores aumente bastante”, apontou o vereador Ezequiel de Amorim (PSD). O vereador Cláudio da Saúde (PP) corroborou a informação. “Um posto de saúde será de grande importância no bairro XV de Novembro devido à expansão pela qual Tijucas vem passando”, disse.

Para o vereador Erivelto Danone (PDT), o bairro não recebeu atenção necessária nos últimos anos, mas disse que os parlamentares estão trabalhando para atender à demanda represada. “O bairro Quinze precisa de creche, precisa de um posto de saúde. Mas, independente do que seja feito, o importante é que seja realizado algo naquele espaço e para o bairro XV de Novembro”, defende Danone.

O planejamento público também foi lembrado durante o debate. De acordo com o vereador Paulo César Pereira (PSD), a eventual construção do posto de saúde deve levar em consideração a expansão esperada para o bairro. “É preciso pensar em algo que possa servir por vários anos, porque a tendência é aumentar bastante a população do bairro. Assim evitamos ampliação atrás de ampliação”, sustentou Paulo.

Por Rafael Spricigo
Jornalista da Câmara Municipal de Tijucas