Projeto institui Dia Municipal de Conscientização sobre a pessoa com Síndrome de Down

por Imprensa publicado 11/09/2020 10h50, última modificação 11/09/2020 13h35
Data será comemorada no dia 21 de março de cada ano, em homenagem ao Dia Internacional da Síndrome de Down

Os vereadores da Câmara Municipal de Tijucas aprovaram no dia 10/09/2020 o Projeto de Lei nº 20/2020, que institui o Dia Municipal de Conscientização sobre a pessoa com Síndrome de Down. A data será comemorada no dia 21 de março de cada ano, e tem por principal objetivo informar e e conscientizar a população sobre o que é a Síndrome de Down.

De acordo com as informações da página Movimento Down, "a síndrome de Down é causada pela presença de três cromossomos 21 em todas ou na maior parte das células de um indivíduo. Isso ocorre na hora da concepção de uma criança. As pessoas com síndrome de Down, ou trissomia do cromossomo 21, têm 47 cromossomos em suas células em vez de 46, como a maior parte da população.

As crianças, os jovens e os adultos com síndrome de Down podem ter algumas características semelhantes e estar sujeitos a uma maior incidência de doenças, mas apresentam personalidades e características diferentes e únicas.

É importante esclarecer que o comportamento dos pais não causa a síndrome de Down. Não há nada que eles poderiam ter feito de diferente para evitá-la. Não é culpa de ninguém. Além disso, a síndrome de Down não é uma doença, mas uma condição da pessoa associada a algumas questões para as quais os pais devem estar atentos desde o nascimento da criança.

As pessoas com síndrome de Down têm muito mais em comum com o resto da população do que diferenças. Se você é pai ou mãe de uma pessoa com síndrome de Down, o mais importante é descobrir que seu filho pode alcançar um bom desenvolvimento de suas capacidades pessoais e avançará com crescentes níveis de realização e autonomia. Ele é capaz de sentir, amar, aprender, se divertir e trabalhar. Poderá ler e escrever, deverá ir à escola como qualquer outra criança e levar uma vida autônoma. Em resumo, ele poderá ocupar um lugar próprio e digno na sociedade".

Por Rafael Spricigo
Jornalista - Câmara Municipal de Tijucas 

**Em razão do período eleitoral, todos os projetos aprovados estão sendo divulgados sem nome do autor. Essa é uma forma de garantir a igualdade de condições entre os candidatos, cumprindo assim as orientações do MP/SC e as regras da Lei 9.504/97.