Vereador Fernando questiona Secretaria da Saúde de Tijucas sobre plano de imunização

por Imprensa publicado 19/01/2021 10h40, última modificação 19/01/2021 10h50
Parlamentar protocolou pedido de informações em 8 de janeiro

Tendo em vista as informações divulgadas pela Federação Catarinense dos Municípios (FECAM) de que as cidades catarinenses receberiam doses da vacina Coronavac até o final de janeiro, o vereador Fernando Fagundes (MDB) solicitou esclarecimentos junto à Secretaria de Saúde de Tijucas questionando quais medidas estão sendo tomadas para organizar um plano de imunização pelo Município. O pedido de informações foi protocolado no dia oito de janeiro.

No requerimento, o parlamentar solicita explicações sobre a logística da vacinação, e informações sobre a disponibilidade de agulhas e seringas necessárias, bem como a existência de compartimentos para o armazenamento das vacinas – como geladeiras e freezers –, e outras informações.

Nesta terça-feira (19) o governo do Estado de Santa Catarina informou que 71.040 doses serão destinadas às regionais de saúde para serem distribuídas entre todos os 295 municípios catarinenses. A distribuição tem início já nas primeiras horas da manhã desta terça. Nesta primeira etapa a prioridade de vacinação será para pessoas, com 60 anos ou mais, residentes em instituições de longa permanências (institucionalizadas), pessoas a partir de 18 anos com deficiência (apenas institucionalizados), indígenas acima de 18 anos e trabalhadores da saúde.

Por Rafael Spricigo, jornalista da CMT
Com informações do Gabinete do Vereador Fernando Fagundes (MDB) e do Governo de SC