Vereador pede que Estado antecipe vacinação dos profissionais da Educação

por Imprensa publicado 22/01/2021 08h25, última modificação 22/01/2021 08h34
Pedido considera características do ambiente escolar e das atividades educacionais

O vereador por Tijucas, Cláudio Eduardo de Souza, o Cláudio do Jornal (PDT), protocolou na manhã desta quinta-feira (21), um requerimento para que a Secretaria de Estado da Saúde antecipe a vacinação dos profissionais da área da Educação, sobretudo os professores das redes estadual, municipal e particular.

O requerimento foi feito em caráter de urgência, considerando a previsão anunciada pelo governo estadual de que a retomada das atividades presenciais nas escolas aconteça em 18 de fevereiro. O Município de Tijucas, por sua vez, divulgou que deve seguir o calendário do Estado, o que justifica a preocupação do parlamentar com a segurança de toda a comunidade escolar da cidade neste retorno.

"Estamos solicitando diretamente ao Governo do Estado esta mudança, que tem sido um pedido comum de outros Municípios, preocupados com a saúde dos profissionais da Educação e alunos. Isso porque sabemos que Tijucas seguirá as determinações do Plano Estadual de Vacinação e depende, também, da vinda de mais doses da CoronaVac caso os profissionais de Educação sejam incluídos na próxima etapa da imunização", salienta Cláudio.

A preocupação leva em consideração as características do ambiente escolar e das atividades educacionais, em que o contato é bastante próximo e frequente, o que provoca o temor de alta de contágio pelo coronavírus. "Os pais estão inseguros de enviar seus filhos de volta às unidades escolares. Assim como os profissionais da Educação estão com receio de voltar ao convívio sem ter a devida imunização. Em alguns casos, cuidados e distância são possíveis. Mas, como não ter contato entre professores e as crianças da Educação Infantil?", exemplifica.

O requerimento deve passar por apreciação dos parlamentares no plenário da Câmara de Vereadores de Tijucas nas primeiras sessões da Casa neste ano, no início de fevereiro. Caso aprovado, a solicitação será encaminhada oficialmente para Secretaria de Estado da Saúde em caráter de urgência.

Texto: Do gabinete do vereador Cláudio Eduardo de Souza (PDT).