Vereadores buscam informações sobre antiga sede da Associação de Moradores do Bairro Universitário

por Imprensa publicado 04/03/2021 17h36, última modificação 04/03/2021 17h36
Espaço cedido aos moradores foi devolvido ao Município ao final de 2020 e pode virar futura sede do Ditran

A Câmara de Vereadores de Tijucas aprovou em plenário, no dia 1º de março, o Requerimento nº 24/2021que solicita informações sobre a sede da Associação de Moradores do Bairro Universitário. No pedido, os vereadores pedem esclarecimentos sobre “quem ou que entidade, atualmente, é responsável por manter o espaço”, “se o espaço foi cedido para uso para alguma pessoa física ou jurídica” e se “existem projetos para melhor aproveitar a área”.

Autor do pedido, o vereador Cláudio Eduardo de Souza (PDT) – o Cláudio do Jornal – disse que a área encontra-se abandonada, e que poderia ser melhor aproveitada pela comunidade do bairro Universitário. Durante a última reunião da Câmara, o parlamentar explicou o objetivo do pedido de informações. "Esse requerimento é para entender como funcionou a cessão daquele espaço na Rua Bahia, e fazer com que os moradores tenham de volta a possibilidade de usar aquela área", conta Cláudio.

O vereador Claudemir Correia (PSD) também contribuiu com a discussão. Segundo o parlamentar, o espaço estava sendo utilizado pela Associação de Moradores do bairro Universitário, mas teve sua posse devolvida ao Município no final 2020. De acordo com informações do vereador, o Poder Executivo pretende transferir a sede do Ditran para o local. "A intenção do Prefeito é colocar a sede do Ditran naquele espaço. Nosso Ditran está muito mal localizado, não tem local para estacionar, e penso que será uma boa iniciativa para a comunidade", afirmou Claudemir.

A possível transferência do Ditran para o espaço gerou divergência entre os parlamentares. Para o vereador Edson Souza (MDB), o local deveria permanecer disponível para uso dos moradores. "De antemão, quero deixar aqui que sou contra a mudança do Ditran para o local. Tijucas é muito pobre de espaços para lazer, para parquinhos ou mesmo pracinhas. O Ditran, por outro lado, é fácil de acomodar. Se eu fosse morador daquela região, com certeza gostaria que o espaço fosse destinado aos moradores", sustentou Edson.

Já o vereador Erivelto Danone (PDT) disse não ser contra a mudança da sede do Ditran, mas afirmou que é possível equacionar os interesses do Poder Executivo com as reivindicações do bairro. "Se é que há algo programado para o Ditran, eu particularmente não vejo problema, desde que se planeje algo para a comunidade do que já havia sido previsto", finalizou.

Por Rafael Spricigo
Jornalista da Câmara Municipal de Tijucas