Vereadores cobram conclusão de praça localizada próxima ao Corpo de Bombeiros

por Imprensa publicado 12/03/2021 12h20, última modificação 12/03/2021 13h17
Licitação da obra aconteceu em 28 de fevereiro de 2020, mas até o momento somente parte do projeto foi finalizado
Vereadores cobram conclusão de praça localizada próxima ao Corpo de Bombeiros

Imagem: Erivelto Danone

Os vereadores da Câmara Municipal de Tijucas cobraram do Prefeito o prosseguimento das obras de implantação de uma praça localizada na Rua Benício Ernesto Reis, com área de 4.303,44 m², próximo ao Corpo de Bombeiros Militar. A licitação da obra aconteceu em 28 de fevereiro de 2020, mas até o momento somente parte do projeto foi concluído. O pedido foi realizado por meio da Indicação nº 124/2021, aprovada em 08 de março e encaminhada ao Poder Executivo.

Autor da proposta, o vereador Erivelto Danone (PDT) afirma que a obra possui uma planta paisagística, mas que quase metade do projeto ainda não foi concluído. “Não se sabe se a praça tem nome, se já terminaram ou se foi inaugurada. O que se sabe é que existe um projeto no site da Prefeitura, e que quase metade não está concluído”, disse o parlamentar. Segundo informações publicadas no Diário Oficial, o custo atual da obra é R$ 264.851,12. O prazo para conclusão já foi adiado três vezes, sendo o dia 24/12/2020 a última data prevista para a finalização.

Para que a população possa usufruir do lugar de forma completa, a Indicação enviada à Prefeitura pede que a planta paisagística seja seguida com rigor, com implantação de quadra de vôlei, academia ao ar livre e playground, conforme o processo de licitação realizado. Também foi solicitado que sejam colocadas traves e “areia média” no campo de futebol, substituindo também a rede de nylon que serve de proteção.

Ao discutir a proposta, o vereador Danone criticou a atuação do Poder Executivo ao afirmar que as obras no Município devem ter começo e fim. “Levando em consideração a não entrega dessa praça, quero me manifestar sobre a quantidade de obras que essa gestão não termina. São várias que a gente vê que a coisa não acontece, e ainda recebemos no celular que mais obras estão por vir. Aí a gente se pergunta: por que não termina uma e depois começa outra? Tijucas virou um canteiro de obras que não anda”, criticou.

Projeto paisagístico

Extrato do contrato com empresa vencedora da licitação

Por Rafael Spricigo
Jornalista da Câmara Municipal de Tijucas