Vereadores de Tijucas elegem nova Mesa Diretora para gestão de 2021

por Imprensa publicado 01/01/2021 20h40, última modificação 01/01/2021 20h42
Mandato dos membros é de um ano com possibilidade de uma reeleição

Os vereadores da Câmara Municipal de Tijucas elegeram nesta sexta-feira, dia 1º de janeiro, às 11h, os componentes da nova Mesa Diretora para a gestão de 2021. Por maioria de votos, foram eleitos os vereadores Rudnei de Amorim (PSD) para o cargo de Presidente; Nadir Olindina Amorim (PSD) como Vice-Presidente; Maurício Poli (PSB) como 1º Secretário e Maickon Campos Sgrott (PP) como 2º Secretário. O mandato da Mesa Diretora é de um ano, com possibilidade de uma reeleição para cada um dos cargos.

Conforme manda o Regimento Interno do Poder Legislativo, a sessão preparatória de eleição da Mesa Diretora foi comandada pelo parlamentar mais idoso entre os presentes: vereador Edson Souza (MDB). Contudo, antes de iniciar a eleição dos membros da Mesa, o parlamentar precisou resolver alguns impasses, entre eles, o pedido do vereador Cláudio Eduardo de Souza (PDT), que, por ter testado positivo para o coronavírus (COVID-19), solicitou adiamento da sessão para que pudesse participar presencialmente da votação. Além dele, o vereador Erivelto Leal dos Santos (PDT) também foi diagnosticado com a doença na última semana.

Após submeter o requerimento ao plenário, o pedido de adiamento acabou sendo rejeitado pela maioria dos vereadores, predominando a vontade de que a eleição fosse realizada da mesma forma. Para não prejudicar o direito de voto dos vereadores diagnosticados com COVID-19, os parlamentares tentaram contato telefônico com os vereadores Cláudio Eduardo de Souza e Erivelto Leal dos Santos. No entanto, apenas esse último atendeu às chamadas e participou da votação de maneira remota.

Como votaram
Seguindo o Regimento Interno, os vereadores manifestaram seu voto primeiro para o cargo de Presidente. Candidataram-se ao cargo os vereadores Rudnei de Amorim (PSD) e Écio Hélio de Melo (PP). Por maioria de votos, o vereador Rudnei de Amorim foi eleito Presidente, recebendo 8 (oito) votos. Écio Hélio de Melo recebeu apenas o próprio voto e 3 (três) parlamentares se abstiveram.

Em seguida, candidataram-se para o cargo de Vice-Presidente os vereadores Nadir Olindina Amorim de Limas (PSD) e Écio Hélio de Melo (PP). Realizada a votação nominal, a candidata Nadir Olindina Amorim de Limas recebeu 8 (oito) votos favoráveis, enquanto o vereador Écio Hélio de Melo conquistou 1 (um) voto. Três vereadores se abstiveram da votação.

Para 1º Secretário foi eleito o vereador Maurício Poli (PSB) com 9 (nove) votos e 3 (três) abstenções. Por fim, o vereador Maickon Campos Sgrott (PP) foi eleito 2º Secretário, recebendo 8 (oito) votos favoráveis e 4 (quatro) abstenções. Os cargos de 1º e 2º Secretário tiveram candidatos únicos.

Retorno do recesso
Os trabalhos administrativos da Câmara Municipal de Tijucas voltam a ser realizados normalmente a partir da próxima segunda-feira, dia 4 de janeiro, às 7h. De acordo com o novo Presidente do Poder Legislativo, Rudnei de Amorim (PSD), a Câmara de Vereadores precisa retornar ao trabalho "para fazer os direcionamentos que a cidade precisa e que o povo exige". Já as sessões ordinárias retornam em fevereiro, com a primeira sessão plenária agendada para o dia 1º daquele mês. 

Fotos

IMG_0127.JPG

IMG_0039.JPG

IMG_0069.JPG

Sessão de Eleição