Vereadores pedem que Prefeito crie programa de apoio à pesca artesanal

por Imprensa publicado 09/03/2021 07h00, última modificação 08/03/2021 19h38
Atividade movimenta economicamente a vida de mais de mil de pessoas no Município

Preocupados com a atual situação dos pescadores, os vereadores da Câmara Municipal de Tijucas aprovam a Indicação nº 114/21, que pede ao Prefeito que analise a possibilidade de criar um “Programa Municipal de Apoio e Fortalecimento da Pesca Artesanal”, com estímulo à infraestrutura e à mão de obra pesqueira local. Aprovado por unanimidade no dia 4 de março, o pedido segue agora para análise do Chefe do Poder Executivo. 

Autor da proposta, o vereador Ezequiel de Amorim (PSD) afirma que a pesca artesanal movimenta parte da economia de Tijucas. Segundo ele, o Município conta hoje com quatro comunidades pesqueiras (Santa Luzia, Praça, Sul do Rio e Pernambuco) que, juntas, movimentam a vida econômica de mais de mil pessoas – 150 pescadores e famílias de forma direta; e outros mil indiretamente, em atividades ligadas à pesca (peixarias, restaurantes, carpintaria naval, mecânica de motores, apetrechos de pesca e despachantes náuticos). 

Na justificativa da proposta, o vereador afirma que é preciso amparar as comunidades pesqueiras e a Colônia de Pescadores de Tijucas Z-25, criando possibilidades para que os pescadores antigos continuem na pesca e formando jovens com interesse nessa atividade. Para estimular a atividade, o parlamentar conta que alguns projetos tendem a sair do papel. 

“Estamos com projetos muito bacanas para estimular a pesca artesanal em Tijucas. Atualmente, estamos elaborando uma oficina na Colônia de Pescadores para incentivar as crianças e mostrar como se pesca, como se joga uma tarrafa, o que é um molinete, etc. Essa é uma forma de mantermos viva a atividade pesqueira”, explica Ezequiel. 

De acordo com o vereador, com a criação do polo náutico e ações em prol do Rio Tijucas, “os pescadores precisam ter voz, pois são os que historicamente primeiro fizera uso desse recurso natural”, mas que hoje não possuem tanta força e representatividade junto ao governo, ficando à margem das decisões que envolvem o Rio e a Baía de Tijucas. 

Apoiaram a Indicação nº 141/2021 os vereadores Ecinho de Melo (PP) e Paulo César Pereira (PSD).

Por Rafael Spricigo
Jornalista da Câmara Municipal de Tijucas